23/10/2018

Controle de Acesso: mais segurança a seu estabelecimento ou condomínio.

Há vários anos as empresas, condomínios e outros tipos de estabelecimentos que faziam o controle de acesso de pessoas pelos porteiros contratados ou apenas por um sistema simples de acesso por senha.  Esse controle vai muito além da permissão ou não da entrada de um indivíduo em um prédio, por exemplo.

O controle de acesso é o procedimento que autentica, autoriza e permite registrar todas as pessoas que entram e saem de um condomínio, empresa ou ambiente restrito.  Muitos condomínios já adotam sistemas de controle de acesso monitorados, para aumentar a segurança das pessoas que moram ou trabalham no edifício.

Em condomínios o controle do fluxo das pessoas é feito por portas com fechaduras eletromagnéticas ou automáticas liberadas por cartão de proximidade, impressão digital, controle remoto, biometria facial ou smartphones.   

Tudo é registrado em um banco de dados do software de controle de acesso. Com isso, fica registrado o trânsito de todos que passaram pelo local, além de permitir o monitoramento em tempo real de acessos permitidos e negados, eventos de porta aberta, caronas e arrombamento.

Normalmente o foco principal é controlar os acessos ao condomínio, como portas de entrada principal, portas de acessos da garagem, acessos secundários, etc. Mas também muitos condomínios e estabelecimentos usam o sistema para melhorar o controle dos demais locais como salões de festas, piscina, sala de jogos, academias e consultórios, etc.

Em centros comerciais, como o fluxo de pessoas é muito alto, o controle de visitantes se torna essencial para aumentar a segurança das empresas que ocupam as salas comerciais.

O sistema permite o cadastro dos visitantes na portaria ou pelo proprietário, permitindo que o convidado acesse o condomínio via smartphone no horário agendado.  O morador ou proprietário da sala comercial recebe o aviso no horário de entrada das pessoas convidadas.

Esse processo pode ser feito em diversos tipos condomínios que desejam preservar o seu patrimônio, além de facilitar suas rotinas. O controle de acesso pode ser feito em:

  • Empresas;
  • Condomínios residenciais;
  • Edifícios comerciais (Business Center / Offices);
  • Clínicas, hospitais, entre outros;

A evolução tecnológica permitiu o desenvolvimento de maneiras mais precisas para dar um controle de acesso eficaz, como sistemas de biometria digital e acesso através dos smartphones. 

A tecnologia permite, inclusive, a utilização de aplicativos específicos que possibilitam a abertura de portas com controle de acesso a partir de smartphones, substituindo os tradicionais cartões de proximidade ou uso da impressão digital.

Reconhecimento facial

O controle de acesso por biometria facial é estudado dentro da engenharia desde os anos 60. Atualmente, bem mais evoluída, a tecnologia é usada em locais públicos de grande circulação de pessoas como estações de metrô e aeroportos. A ferramenta evita fraudes e garante mais segurança a todos.

A precisão da biometria facial chega a 100%, porcentagem que diminui as chances de fraudes e violações da segurança.  

Benefícios

  • Dá comodidade ao usuário, uma câmera serve para fazer reconhecimento facial;
  • Amplia a segurança do estabelecimento;
  • Limita o acesso para somente pessoas autorizadas;
  • Criação de listas ou licenças de acesso;
  • Dá o número exato de pessoas presentes;
  • Facilita o acesso de funcionários terceirizados;

Como funciona

Para o sistema operar corretamente, o usuário deve se cadastrar no Controle de Acesso por Biometria Facial. É feita a captação do rosto do usuário junto com o mapeamento geométrico e as proporções de sua face, comparando-a com uma base pré-cadastrada.

O controle de acesso por biometria facial é eficiente, pois nenhum ser humano é igual. Nossos rostos possuem pontos e medidas únicas, como por exemplo, altura da testa, tamanho do nariz ou cor dos olhos. Nem mesmos gêmeos são 100% idênticos. Por mais que a semelhança seja visível, a biometria facial detecta diferenças mínimas que não temos a capacidade de perceber no dia a dia.

Como é feito o cadastro da Biometria Facial

  • A Câmera capta as imagens da pessoa em tempo real;  
  • É feita uma comparação com as informações já cadastradas no banco de dados;
  • O programa identifica o indivíduo independente do corte de cabelo, barba ou uso de óculos;

Sistema efetivo

O controle de acesso por biometria facial é a ferramenta mais segura no quesito fraude. O sistema diferencia uma imagem ao vivo de uma foto ou vídeo. Ele difere as duas situações, devido sua capacidade de captar a profundidade de campo.  

Tecnologia futurista

O crescente número de usuários de smartphones juntamente com a biometria facial coincide com a facilidade que o recurso mobile proporciona.  Novos modelos de celulares estão sendo lançados com a tecnologia de reconhecimento facial, para desbloqueio de tela, onde há poucos anos era feito por biometria de impressão digital, ou senha. Câmeras fotográficas digitais também já utilizam sensores de rostos ou sorrisos na hora de bater uma foto ou fazer um vídeo.

Para saber mais sobre sistemas de controle de acesso, e sobre a tendência da biometria facial: clique aqui